Pergunte-me: 10 respostas para as dúvidas mais comuns sobre tratamento odontológico

 Em Lentes de Contato Dentais
Pergunte-me: 10 respostas para as dúvidas mais comuns sobre tratamento odontológico
Avalie esse artigo

Nos últimos anos, cada vez mais pessoas têm procurado um tratamento odontológico para cuidar do sorriso. Porém, submeter-se a ele é um compromisso que dura alguns anos em muitos casos.

Não sabe se é a hora de procurar uma clínica odontológica? Não se preocupe: respondemos todas as suas dúvidas para que você tome esta decisão o mais informado possível.

tratamento odontológico

Praticamente todas as pessoas precisam de um tratamento odontológico em algum ponto da vida.

  1. Vai doer?

Grande parte do medo de dentista é, na verdade, medo da dor. Porém, foi-se o tempo em que o tratamento odontológico mais comum era pura e simplesmente remover o dente problemático. A odontologia evoluiu muito: os tratamentos estão cada vez mais eficazes e menos invasivos, ou seja, menos dolorosos.

Agora, quando há a necessidade de anestesia local, o profissional pode aplicar uma pomada analgésica para reduzir o desconforto da famosa picadinha. No caso de procedimentos complexos, como cirurgias mais traumáticas, há profissionais que indicam o uso da sedação médica (anestesia geral).

O uso do aparelho ortodôntico, tratamento odontológico muito popular, pode causar dor, mas apenas nos primeiros dias após as manutenções.

  1. Quanto vai custar?

O custo depende da situação de seu sorriso e dos tratamentos que serão realizados. Tendo novamente como exemplo o aparelho ortodôntico, é preciso pagar pelo aparelho fixo e pelo móvel, usado ao final do tratamento. Há também um custo mensal de manutenção: o dentista troca o arco e faz modificações que julguem necessárias.

É possível negociar e parcelar os valores: há planos de saúde específicos para tratamento odontológico que podem ajudar a cobrir os custos. Alguns planos de saúde regulares também oferecem financiamento próprio e/ou reembolso.

  1. Por que o investimento é tão alto?

instrumentos tratamento odontologico

Além dos anos de qualificação, os bons dentistas trabalham apenas com materiais de altíssima qualidade.

Uma clínica odontológica de confiança usa apenas materiais de ponta. Acontece que eles são feitos no exterior e comprados em dólar: conforme a cotação da moeda varia, o seu preço também pode mudar.

LEIA TAMBÉM  Quais são os alimentos que mais prejudicam os dentes?

Por exemplo: o biomaterial, usado quando o paciente precisa de enxerto ósseo, é comprado por peso. Um grama de biomaterial importado pode custar até mil reais!

Além disso, o bom profissional investe constantemente em treinamento e atualizações, pois a todo o momento surgem novos tratamentos e tecnologias. Isto é refletido no preço cobrado por ele.

Ao escolher um dentista para realizar seu tratamento odontológico, lembre-se que o barato pode sair caro. Um profissional que cobra menos pode usar materiais de qualidade inferior ou ser menos qualificado. Não coloque sua saúde em jogo!

  1. Quanto tempo vai demorar?

Isto depende. O tratamento odontológico com aparelho ortodôntico, por exemplo, pode durar alguns anos.

Se você não quer ou não puder esperar, há alternativas: as lentes de contato dentais e facetas de porcelana, por exemplo, métodos de tratamento mais rápidos. O dentista faz uma avaliação da dentição do paciente e encomenda as lentes com um especialista em próteses. Elas levam aproximadamente 15 dias para ficarem prontas.

  1. Quanto tempo vai durar?

Dependendo do tratamento, sua durabilidade é alta: pode chegar a décadas. Tudo depende dos hábitos do paciente: se fuma, consome alimentos prejudiciais aos dentes, mantém uma boa saúde bucal e visita o dentista regularmente.

Busque uma clínica odontológica e converse com um profissional de confiança sobre como fazer seu tratamento durar o máximo de tempo possível.

  1. Com quantos anos posso começar?

O cuidado com a boca começa cedo: amamentar o bebê, por exemplo, fortalece os músculos da boca e pode prevenir problemas de oclusão no futuro. A higiene bucal deve ser feita desde a infância. Existe, inclusive, uma especialidade odontológica que trata especificamente das crianças: é a odontopediatria.

LEIA TAMBÉM  Saúde Dental: quais alimentos evitar e quais consumir?

É muito importante contar uma clínica odontológica com profissionais de confiança. O odontopediatra deve ter tato e sensibilidade: muitas pessoas têm medo de dentista devido a traumas na infância. Mas, se tudo transcorrer com calma, a criança se tornará um adulto que fará qualquer tratamento odontológico com tranquilidade.

  1. Tenho alguns dentes danificados. Posso arrancá-los e colocar prótese ou dentadura?

Como dissemos anteriormente, foi-se o tempo em que extrair dentes com problemas era o procedimento padrão. Atualmente, todos os dentistas trabalham para manter os dentes naturais do paciente enquanto for possível. Extraí-los pode causar problemas.

  1. Terei que retornar ao dentista após o fim do tratamento odontológico?

tratamento odontologico

Mesmo que você não esteja em tratamento odontológico, deve fazer check ups regulares com seu dentista.

Todos devem visitar uma clínica odontológica regularmente, por mais que não estejam em tratamento odontológico. O indicado é consultar-se a cada seis meses.

Alguns casos específicos pedem visitas mais frequentes. Quem usa aparelho ortodôntico, por exemplo, deve ir a sua clínica odontológica uma vez por mês, no mínimo. Quem tem doença crônica na gengiva, uma vez a cada quatro meses.

  1. Devo limitar o consumo de algum alimento?

Após o tratamento odontológico, pode ser que seu dentista aponte a necessidade de restringir o consumo de algum alimento. O tratamento de canal, por exemplo, fragiliza os dentes. Portanto, o ideal é evitar alimentos muito duros até que seja feita uma restauração definitiva.

Se você passou por clareamento dental, é interessante evitar alimentos com muitos corantes e/ou que manchem os dentes para que os resultados sejam mais duradouros.

  1. E se eu deixar o tratamento odontológico para depois?

Quanto mais se espera para resolver um problema bucal, maiores as chances de ele piorar e causar disfunções no organismo.

LEIA TAMBÉM  Como funciona o implante dentário

Um excelente exemplo são os dentes tortos: muita gente não busca um tratamento odontológico por não se incomodar com o sorriso não harmônico. Porém, eles podem causar respiração bucal, problemas de digestão devido à mastigação ineficaz e até mesmo dores nas costas e no corpo.

Dental Esthetic Center
A Dental Esthetic Center é uma clínica odontológica em Curitiba especializada em odontologia estética com tecnologia de ponta. Fazemos mais que desenhar sorrisos: oferecemos autoestima e qualidade de vida a todos os nossos pacientes. Temos o diferencial de ser uma clínica odontológica que capacita outros profissionais. Nosso centro de treinamento, o Dental Esthetic Center Training, forma novos especialistas na área a cada ano. Nosso maior objetivo não é apenas ser uma clínica odontológica referência em nossa área de atuação, mas também satisfazer todos os pacientes que nos procuram.
Postagens Recentes

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar