Como funciona o implante dentário

 Em Lentes de Contato Dentais
Como funciona o implante dentário
3.7 (73.33%) 3 votes

A perda dentária é uma situação delicada e que acomete uma quantidade considerável de pessoas. Elas não apenas têm desconfortos ao mastigar, mas também sofrem com baixa autoestima por razão do sorriso prejudicado.

implante dentário pode ser a solução para este problema. O tratamento, que na verdade se chama prótese sobre implante, consiste na colocação de um dente artificial no local onde houve a perda do dente natural.

O tratamento é feito em três etapas: em primeiro lugar há uma consulta de avaliação, seguida pela cirurgia de colocação do implante. Alguns meses mais tarde, o tratamento é finalizado com o procedimento de colocação da prótese dentária, o dente artificial.

Aqui, detalhamos como funciona cada uma dessas etapas do implante dental. Continue a leitura e entenda!

ilustração de uma boca mostrando os pinos implantados na gengiva

O implante dentário pode ser a solução para pessoas que sofrem de perda dentária.

 

A CONSULTA DE AVALIAÇÃO

Trata-se da primeira etapa do processo, na qual há o diagnóstico detalhado do paciente, para indicação do tratamento adequado ao seu caso.

Na consulta de avaliação, o profissional analisa o caso do paciente para saber qual é a melhor abordagem para aquele quadro específico. Alguns fatores que influenciam no curso do tratamento são a quantidade de dentes a serem substituídos, quais são eles e a estrutura óssea do paciente.

O dentista pode pedir uma tomografia para avaliar a qualidade do osso. No caso de pacientes com ossos fracos ou finos, um enxerto ósseo pode ser necessário. Trata-se de um reforço na estrutura óssea, geralmente feito com material retirado do próprio paciente.

Com todos os dados coletados, o dentista define o curso do tratamento. Ele pode ser iniciado imediatamente após a análise sempre que o paciente não tenha nenhum problema de saúde que possa comprometer o procedimento, como uma doença gengival.

Se houver algum problema, o procedimento correto é tratá-lo primeiro para depois iniciar o processo de implante dentário.

Um dos casos mais comuns é a de necessidade de tratamento ortodôntico, que consiste na correção e alinhamento dos dentes. Muitas vezes, o dentista faz esse tratamento antes do implante para abrir ou fechar um espaço entre dentes.

Curiosamente, esse procedimento é necessário porque os dentes naturais tendem a se movimentar, ocupando um espaço do dente que foi perdido. Por exemplo, quando se perde um dente da arcada de cima, o de baixo (antagonista), começa a subir, ocupando um espaço maior.

LEIA TAMBÉM  Facetas ou lentes de contato dentais. Qual escolher?

Daí a necessidade de correção e tratamento ortodôntico: dessa forma, dá para garantir o melhor resultado possível ao paciente.

 

A PRIMEIRA CIRURGIA: O IMPLANTE DENTÁRIO

O implante em si é um pino de titânio colocado no osso da gengiva do paciente. Ele funciona como uma raiz artificial que sustentará a prótese dentária.

Não há risco de rejeição, uma vez que o titânio é um material inerte. Isto significa que o corpo não percebe o implante dentário como um corpo estranho, fazendo com que o osso se regenere normalmente a seu redor.

A cirurgia é rápida (cerca de 30 a 40 minutos) e pode ser feita em consultório com anestesia local. No caso de pacientes que sintam muito desconforto, como aqueles que têm medo de dentista, pode ser usada a sedação médica (anestesia geral). Contudo, isto traz mais custos à cirurgia.

Durante a cirurgia, o dentista faz uma incisão na gengiva do paciente para chegar até o osso e, então, inserir o pino de titânio. Após esse procedimento, coloca-se uma tampa de proteção no local e os pontos são realizados.

Pode ser que haja a necessidade de que paciente repouse por alguns dias para se recuperar. O dentista pode prescrever medicamentos anti-inflamatórios, antibióticos e analgésicos para tornar a recuperação mais segura e confortável.

Após a intervenção, é necessário esperar alguns meses (cerca de 3 a 6) para que a estrutura óssea acomode o implante dentário e a prótese seja colocada sobre ele. O período varia de acordo com vários fatores, principalmente com a região da boca que recebeu o implante dentário e a situação da estrutura óssea do paciente.

Durante todo esse período, o paciente retorna algumas vezes ao consultório do dentista para realizar o acompanhamento do caso. Muitas vezes, são feitas radiografias para identificar se o pino e osso já estão integrados, o que possibilitará instalar o dente artificial.

 

ELABORAÇÃO DA PRÓTESE

A próxima etapa é a de elaboração da prótese / dente artificial, que consiste em escolher a cor, material, realizar a moldagem e confecção em laboratório. Durante essa etapa, há um cuidado especial para garantir a naturalidade dos dentes, bem como a correta compatibilidade com o antagonista e dentes ao redor.

 

A SEGUNDA CIRURGIA: A COLOCAÇÃO DA PRÓTESE DENTÁRIA

Após o tempo de recuperação indicado pelo dentista, é feita a última etapa do procedimento: a colocação da prótese dentária, que é rosqueada sobre o implante.

O dente artificial pode ser de resina ou de porcelana. Cada um dos materiais tem vantagens e desvantagens. A seguir, indicamos quais são elas, bem como damos detalhes sobre as próteses:

 

  • PRÓTESE DENTÁRIA DE RESINA

A principal vantagem da resina é seu baixo custo. Porém, a durabilidade desta prótese dentária é baixa, de dois anos em média. Após este período o material tende a se tornar poroso, adquirindo cheiro e gosto, além de ficar amarelado.

LEIA TAMBÉM  Quais são os alimentos que mais prejudicam os dentes?

 

  • PRÓTESE DENTÁRIA DE PORCELANA

Já a prótese dentária de porcelana tem duração estimada de dez anos, sendo que há pacientes que as mantêm por um período muito maior. Além disso, esta prótese tem a aparência muito próxima a um dente natural.

O lado negativo, no entanto, é o preço, que pode ultrapassar o dobro do custo da prótese dentária de resina. Porém, levando em conta sua alta durabilidade, trata-se de um investimento com ótimo custo-benefício.

 

IMPLANTE DENTÁRIO DÓI?

Uma das principais dúvidas de pacientes sobre o procedimento é se o implante dentário dói. Inclusive, alguns chegam a desistir do procedimento durante um tempo por acreditar que seja algo muito dolorido.

Mas, de maneira geral o implante não provoca dor porque durante a cirurgia o paciente está sedado. Outro detalhe importante que ajuda a não sentir dor é que o osso em que o pino de titânio é instalado possui pouquíssimas inervações.

Além disso, no pós-operatório o paciente toma medicamentos que ajudam a reduzir consideravelmente qualquer possibilidade de dor. Mas, vale lembrar que cada organismo reage de forma diferente.

Se o seu tiver maior sensibilidade à dor, pode ser que sinta algum desconforto, principalmente quando o efeito da anestesia passar. Caso isso ocorra e não passe com os medicamentos recomendados pelo dentista, verifique com ele o que pode fazer para minimizar o desconforto.

 

IMPLANTE DENTÁRIO PRECISA DE MANUTENÇÃO?

indicacao dentista

Há pacientes que pensam que basta colocar o implante dentário e próteses e pronto, não precisam mais voltar ao dentista. Mas, não é assim que funciona!

Normalmente, o dentista costuma adotar um protocolo de cuidado e manutenção que exige o retorno do paciente ao consultório para novas consultas.

Por que o profissional faz isso? Para acompanhar o implante e garantir que está em perfeito estado. De modo geral, o dentista recomenda que o paciente retorne ao consultório a cada seis meses no primeiro ano após o implante. A partir do segundo, o retorno é anual.

Essa é a recomendação geral, mas pode ser que seu dentista indique um intervalo maior ou menor de retorno, dependendo do seu caso.

Nessas consultas de retorno e acompanhamento, o dentista faz uma avaliação da saúde bucal do paciente, bem como do estado dos implantes. Também remove as próteses e faz uma limpeza, além de realizar a troca de parafusos, caso seja preciso.

LEIA TAMBÉM  Pergunte-me: 10 respostas para as dúvidas mais comuns sobre tratamento odontológico

Esse cuidado extra de manutenção no retorno garante a boa durabilidade das próteses e ajuda a evitar que problemas bucais se agravem, o que demandaria tratamentos complexos e caros para solução.

 

CUIDADOS PÓS-IMPLANTE DENTÁRIO

Além das consultas de retorno e manutenção, também é necessário que o paciente adote alguns cuidados especiais em relação ao implante, como os que listamos a seguir:

  • Evitar o hábito de roer unha ou abrir objetos com os dentes, o que pode danificar as próteses;
  • Realizar tratamento de bruxismo, caso tenha essa condição, para evitar o desgaste dos dentes;
  • Evitar alimentos muito duros, ácidos ou com muito corante;
  • Realizar escovações sempre após as refeições e passar fio dental;
  • Abandonar o cigarro. A nicotina dificulta a cicatrização óssea e faz com que o paciente se torne mais propenso a infecções. Portanto, cigarro e implante não combinam!

 

QUANTO CUSTA UM IMPLANTE DENTÁRIO?

Quem quer fazer o procedimento normalmente tem uma dúvida: afinal, quanto custa um implante dentário? Na realidade, o preço do tratamento varia de acordo com diversos fatores, como material utilizado na cirurgia e próteses, entre outros.

Mas, dá para estabelecer um valor médio para o tratamento, que normalmente é de a partir de R$ 3.000,00, se utilizar materiais nacionais. Caso use os importados, o preço sobe.

Para muitos pacientes, o implante dentário tem um preço elevado, mas considere esse tratamento como um investimento na sua saúde bucal e na sua autoestima, que melhora muito após a colocação da prótese.

Por isso, é um tratamento odontológico estético que compensa o investimento, principalmente em longo prazo e se o paciente segue todas as recomendações do dentista, porque as próteses durarão muito mais.

 

IMPLANTE DENTÁRIO EM CURITIBA

Está em busca de implante dentário em Curitiba? A Dental Esthetic Center é o melhor consultório odontológico da região! Não é para menos, afinal, conta com equipe altamente capacitada e especializada para lhe atender, indicar e realizar o tratamento com excelência.

A clínica odontológica segue regras de higiene e biossegurança, bem como utiliza materiais de alta qualidade e tecnologia de ponta em seus procedimentos odontológicos, garantindo os melhores resultados para seus pacientes.

Aproveite para entrar em contato com a Dental Esthetic Center para agendar uma consulta e conhecer a clínica e toda a sua estrutura!

 


Leia também:
>>> Por que o tratamento de reabilitação de sorriso da Dental Esthetic center é sua melhor opção?

>>> 5 segredos para ter um sorriso igual ao dos artistas!

Dental Esthetic Center
A Dental Esthetic Center é uma clínica odontológica em Curitiba especializada em odontologia estética com tecnologia de ponta. Fazemos mais que desenhar sorrisos: oferecemos autoestima e qualidade de vida a todos os nossos pacientes. Temos o diferencial de ser uma clínica odontológica que capacita outros profissionais. Nosso centro de treinamento, o Dental Esthetic Center Training, forma novos especialistas na área a cada ano. Nosso maior objetivo não é apenas ser uma clínica odontológica referência em nossa área de atuação, mas também satisfazer todos os pacientes que nos procuram.
Postagens Recentes

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar